Cine-Teatro Louletano

Ricardo J. Martins apresenta "Cantos e Lamentos"

13 de janeiro de 2018

[local: Fundação Manuel Viegas Guerreiro (Querença)]

 

Numa ótica de descentralização espacial da sua programação, e procurando enriquecer a oferta cultural em zonas menos contempladas pela mesma na chamada “época baixa”, o Cine-Teatro Louletano apresenta um concerto intimista com o prestigiado instrumentista Ricardo J. Martins em Querença, numa parceria com a Fundação Manuel Viegas Guerreiro.

Ricardo J. Martins, jovem são-brasense a residir em Loulé, apresenta o seu segundo disco de Guitarra Portuguesa instrumental intitulado "Cantos e Lamentos", lançado pela editora Espanhola “Música Fundamental”. Ricardo faz parte da nova geração de músicos de Guitarra Portuguesa que tem raízes noutros mundos musicais e também dos poucos guitarristas que compõe peças para este instrumento tão português.

O guitarrista teve o privilégio de partilhar o palco com grandes nomes da poesia e teatro, como por exemplo: Ângela Pinto, Maria do Céu Guerra, José Fanha, Irene Flunser Pimentel (Prémio Pessoa 2007); e também da música, como Marco Rodrigues, Pedro Moutinho, Diamantina, Filipa Cardoso, Isabel de Noronha, Ilda Maria, Ana Sofia Varela e Viviane. Com Viviane participou também nas sessões de gravação dos discos "Dia Novo" e "Confidências", nos temas: “Do Chiado Até ao Cais”, “Era a Voz que Salvava” e “Fado do Beijo”, sendo que dois destes temas foram singles. Apresentou ainda a sua música além-fronteiras, em Espanha, França, Bélgica, Holanda, Inglaterra, Alemanha, Luxemburgo, Sérvia, Canadá, Estados Unidos e Cabo Verde.

Neste novo disco conta apenas com composições próprias e mistura um pouco das suas influências musicais em composições feitas para Guitarra Portuguesa de Lisboa e Guitarra Portuguesa de Coimbra, destacando-se os singles “Corre, Corre Corridinho”, “Danças na Eira”, “Tocar-te” e “A Guerra Parte 1 – Amanhecer”. Ao longo de 11 temas encontram-se raízes da música tradicional, folclore, música clássica e do fado, contando o disco com participações de instrumentos fora do ambiente da guitarra portuguesa, como é o exemplo do acordeão, flauta, percussão e contrabaixo com arco.

Ricardo J. Martins: guitarra portuguesa / Cláudio Sousa: viola / Luís Trindade: baixo e percussões / Bruno Vítor Martins: contrabaixo / Nelson Conceição: acordeão / Ana Figueiras: flauta / Mayte Salgueiro: canto lírico

Duração: 90 minutos
Org.: Câmara Municipal de Loulé / Cine-Teatro Louletano
Apoio: Fundação Manuel Viegas Guerreiro (Querença)


www.facebook.com/cineteatrolouletano

  • Fundação Manuel Viegas Guerreiro (Querença)
  • 21:30
  • 5 €
  • M/06