Cine-Teatro Louletano

Aurea com Bertílio Santos

22 de junho de 2018

[local: Jardim Filipe Jonas (Quarteira)]

[no âmbito do ciclo musical "O Longe é Aqui" (XII)]

 

Mais uma vez, e à imagem do que aconteceu no primeiro semestre de 2017, o Cine-Teatro encerra a sua programação fora de portas, descentralizando assim a sua dinâmica e privilegiando agora a cidade de Quarteira como local para a realização do espetáculo de encerramento da temporada, neste caso com dois protagonistas muito especiais: a prestigiada cantora Aurea e o talentoso jovem quarteirense Bertílio Santos.

 

Um encontro em palco que é no fundo um reencontro feliz e cúmplice, após Bertílio ter integrado a equipa de Aurea na edição de 2016 do programa “The Voice”, e que resulta de um desafio/encomenda feita pelo Cine-Teatro aos dois intérpretes para revisitarem e reinventarem os seus repertórios muito marcados pelos universos da pop e da soul.

 

Aurea desde cedo queria ser atriz e em 2005 frequentou o curso de Teatro da Universidade de Évora, onde o amigo Rui Ribeiro descobriria o seu talento para a música. O álbum de estreia homónimo foi lançado a 27 de setembro de 2010, tendo atingido o primeiro lugar da tabela em Portugal e ficando oito semanas seguidas como líder da mesma. Rui Ribeiro foi autor de 9 dos 10 temas do seu álbum de estreia, marcado por uma influência claramente pop e soul, sendo o disco produzido por João Matos e Ricardo Ferreira.

 

Em maio de 2011, o talento de Aurea foi reconhecido na gala Globos de Ouro, onde lhe foi atribuído um galardão na categoria de “Melhor Intérprete Individual”. No mesmo ano venceu a categoria “Best Portuguese Act” dos prémios MTV Europe Music Awards. Ainda nesse ano é editado o álbum Aurea – Ao Vivo no Coliseu dos Recreios. O segundo álbum de estúdio, intitulado Soul Notes, foi lançado em 26 de novembro de 2012. O single de apresentação foi “Scratch My Back” e estreou no mês anterior. O disco foi produzido pela Blim Records e contou novamente com a colaboração de Rui Ribeiro e Ricardo Ferreira.

 

Já em março de 2016 Aurea lançou o álbum Restart, produzido por Cindy Blackman e Jack Davies, tendo sido gravado em Las Vegas. O álbum marca a sua estreia como compositora, assinando as faixas “Hold Me In Your Arms” e “Saint and Sinners”. Aurea grava o tema do genérico da novela “A Impostora” e integra novamente em 2016 e 2017 o júri do concurso “The Voice”.

 

Bertílio Santos nasceu e cresceu em Quarteira, no seio de uma família ligada aos negócios do peixe e com uma forte presença e amparo dos seus avós no seu percurso. O interesse pela música e pelo canto começou desde cedo e aos 6 anos já fazia parte do coro da igreja de São Pedro do Mar, cantando aos domingos na missa da manhã. Tendo consciência de que tinha uma voz diferente, fora dos padrões comuns, deu por si a esconder essa sua paixão e começou a cantar em casa, só para si, como se de um refúgio se tratasse.

 

Participou no programa “Factor X” em 2014, experiência que o ajudou a perder o medo de dizer ao mundo que a música era a sua forma privilegiada de expressão. Mais recentemente, em 2016, esteve no programa “The Voice”, o que foi bastante enriquecedor para si dado ter chegado inclusive à fase das galas, atingindo assim alguns dos seus objetivos. Atualmente, está a trabalhar no seu primeiro projeto discográfico, compondo e laborando em estúdio, e continuando paralelamente a dar continuidade ao negócio dos seus avós.  

 

Duração: 90 minutos

Org.: Câmara Municipal de Loulé / Cine-Teatro Louletano

 

www.facebook.com/cineteatrolouletano

  • Jardim Filipe Jonas (Quarteira)
  • 21:30
  • Entrada gratuita
  • M/06