Cine-Teatro Louletano

Assim Devera eu Ser (Escolas) - 4,5 e 6 maio + Oficina (4 maio)

De 04 a 06 de maio de 2021

No tempo da história da cigarra e da formiga, cantar não era profissão. Cantava-se para ganhar a vida, nas vidas dos pobres. Mesmo assim, pobre que ela era, a Amália-Menina não foi como Cigarra que começou a ganhar-a-vida. Quem assim canta tão bem, ensina a cantar também. Por isso vimos nós, para cantar Mourarias e Casas da Mariquinhas e a Formiga Bossa Nova que também quis ser Cigarra. Por isso aqui estamos as três: uma Amália-Catarina, uma Amália-Celina e uma Sara, Amália também. Por isso aqui estão vocês: para aprender as cantigas daquela Amália, que foi menina bordadeira e mulher fadista. Tão bem que ela cantava!

 

FICHA TÉCNICA:

 

Intérpretes: Catarina Moura (voz), Celina da Piedade (voz e acordeão), Sara Vidal (voz e harpa) e Ricardo Silva (guitarra portuguesa)

Encenação/dramaturgia: José Rui Martins, a partir da biografia “Amália”, de Vítor Pavão dos Santos

Consultoria musical: Amélia Muge / Seleção de poemas e adaptação musical*: Amélia Muge, Catarina Moura, Celina da Piedade, José Martins, Ricardo Silva e Sara Vidal (a partir dos poemas de Amália Rodrigues e cancioneiro tradicional português) 

Ilustração e animação: Cátia Vidinhas

Vídeo: Eduardo Pinto e Luís Pedro Madeira

Figurinos: Cláudia Ribeiro

Produção executiva: Tarrafo – Associação Cultural

Coprodutores: CCB/Fábrica das Artes, Teatro Viriato e Cineteatro Louletano

Agradecimentos: Escola da Noite-Teatro da Cerca de São Bernardoe Lameirinho

Uma encomenda: CCB/Fábrica das Artes

 

*Temas: “Quero cantar para a lua” e “Tenho dois corações”, Amália Rodrigues/José Mário Branco; “Cabra Cabrita” e “Bicho de Conta”, Amália Rodrigues/Amélia Muge e “Formiga Bossa Nova”, Alexandre O’Neill/ Alain Oulman

 

Calendário - Assim devera eu ser - 4,5 e 6 maio

com Catarina Moura, Celina da Piedade, Sara Vidal e Ricardo Silva

4 mai (terça-feira) I 2 sessões I manhã - 10h00 / tarde - 14h00

5 mai (quarta-feira) I 2 sessões I manhã - 10h00 / tarde - 14h00

6 mai (quinta-feira) I 2 sessões I manhã - 10h00 / tarde - 14h00

1 turma por sessão - Total de 6 turmas do ensino pré-escolar

 

Entrada gratuita

 

Duração: 45 minutos

 ___________________

 

OFICINA COM CATARINA MOURA, CELINA DA PIEDADE, RICARDO SILVA E SARA VIDAL  

4 de mai - 18h00

90 min

Sala 14 Convento Espírito Santo

Público-Alvo:  educadores, animadores e mediadores

 

Sinopse

No início, há-de ter sido a voz de mulher. Não se sabe se embalando, se ralhando com os deuses, talvez sublinhando o ritmo de um trabalho. Deve ter sido por isso que da mulher seja a voz que transporta quase toda a música popular: a música da terra, dos ofícios, dos amores, das estórias da História.

 

Nesta oficina, iremos cantar, ou antes traduzir, para o tempo nosso, melodias aprendidas de vozes de outros tempos – a partir repertório tradicional que compõem o espetáculo “Assim Devera Eu Ser”.

 

Lotação: 10 a 16 participantes (dependendo do espaço e condições definidas pela DGS).

 

Todos os participantes devem usar máscara.

 

  • Cineteatro Louletano
  • Várias
  • Grátis
  • M/3