Cine-Teatro Louletano

O Lugar do Canto Está Vazio, pela Companhia Maior

23 de setembro de 2021

Esta peça surge do confronto das ferramentas de pesquisa e composição coreográfica de Sofia Dias e Vítor Roriz com os corpos e sensibilidades da(o)s artistas da Companhia Maior.

 

Uma peça que começa com um apelo à experimentação, que não é mais do que uma tentativa de encontro com aquilo que não dominamos ou nos coloca numa zona de conflito, de risco e até mesmo de falência. Parece-nos que é nesse lugar, entre o que se domina e o que se desconhece que o corpo adquire a qualidade do presente – uma transparência que permite ver o seu modo de agir e pensar.

 

O Lugar do Canto Está Vazio é um jogo de alternâncias entre o abstrato e o figurativo, o reconhecível e o estranho, o individual e o coletivo, o biográfico e o ficcional. Uma composição de partituras sonoras, gestos que se ligam com palavras, breves narrativas interrompidas por movimentos e objetos que dão lugar a vozes.

 

 

 

FICHA ARTÍSTICA/TÉCNICA

Direção, texto e coreografia: Sofia Dias e Vítor Roriz

Desenho de luz: Nuno Borda D’Água

Criação Som/Música: Sofia Dias

Apoio à dramaturgia: Alex Cassal

Espaço Cénico: Catarina Dias

Guarda roupa executado por Recostureiras: Ana Paula Rendeiro, Ana Sargento, Margarida Salgado, Marisa Ribeiro, Sónia Sousa, Susana Fernandes

Assistência à direção / Ensaiador: Mário Afonso

Direção técnica: Vítor Pinto

Apoio técnico e de produção: João Petrucci

Coordenação executiva: Beatriz Jarmela

Consultoria de comunicação: Inês Lampreia e Sofia Baptista

Produção Executiva: Companhia Maior

Direção da Companhia Maior: Miguel Honrado, Paula Varanda, Susana Martinho Lopes

Elenco: Angelina Mateus, Carlos Fernandes, Carlos Nery, Catarina Rico, Cristina Gonçalves, Edmundo Sardinha, Elisa Worm, Isabel Simões, João Silvestre, Júlia Guerra, Kimberley Ribeiro,  Maria Emília Castanheira, Maria Helena Falé, Michel, Paula Bárcia 

Coprodução: Centro Cultural de Belém, Materiais Diversos, Camara Municipal de Coimbra / Convento São Francisco, Teatro Municipal do Porto | Rivoli, Cineteatro Louletano, Companhia Maior

 

Projeto financiado pela República Portuguesa – Cultura / Direção Geral das Artes | Apresentação no âmbito do projeto Causa Maior com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação “la Caixa” através da iniciativa PARTIS & Art for Change e da Fundação GDA | 

 

A Companhia Maior é uma estrutura financiada pela Câmara Municipal de Lisboa no âmbito do RAAML e apoiada pela Junta de Freguesia da Belém

 

 

BILHETEIRA

» Cartão de Amigo aplicável

» Desconto de 30% para Acompanhante de Pessoa com Necessidades Especiais e para Maiores de 65 Anos e Menores de 25 Anos

» Desconto de 50% para Bilhete de Grupo (10 pessoas)

» Entrada gratuita para todas as pessoas com necessidades especiais, para crianças até aos 12 anos de idade e para portadores do cartão sénior da Câmara Municipal de Loulé

  • Cineteatro Louletano
  • 21h00
  • 10 €
  • M/12