Cine-Teatro Louletano

FOMe: Este não é o nariz de Gógol, mas podia ser... com um toque de Jacques Prévert

19 de setembro de 2021

A importância de ter um nariz, para não dar com o nariz na porta, não meter o nariz onde não se é chamado, ser dono do seu nariz ou para meter o nariz em tudo! E Jacques Prévert? !Em boa verdade, não se parecia com ninguém.”

 

Uma criação inspirada no universo de Gógol e Jacques Prévert, com objetos e figuras articuladas de papel, qual cadavre exquis de cenas e jogos de palavras, mas sempre com muito nonsense, onde está presente o mundo surreal que nos rodeia, num ambiente kitsch, insólito e de festa com reminiscências russas, algures entre o Festival da Eurovisão e a Rússia dos anos 70...

 

Pequena forma em miscelânea de narizes, onde por trás do humor se esconde uma crítica satírica ao mundo contemporâneo.

 

Este não é o nariz de Gógol, mas podia ser... com um toque de Jacques Prévert - FOMe - Festival de Objectos e Marionetas 2021

 

Companhia: A Tarumba - Teatro de Marionetas (Lisboa)

Duração: 40 min

 

Técnica: Figuras de papel articuladas e objectos

Direção artística, cenografia, marionetas e atores-manipuladores: Luís Vieira e Rute Ribeiro

Adaptação e textos: Rute Ribeiro

Fotografia: Alípio Padilha, Susana Neves

Apoios e parcerias: Câmara Municipal de Lisboa, EGEAC

  • Auditório do Convento de Espírito Santo – Loulé
  • 17h00 e 19h00
  • Entrada gratuita
  • M/10