Cine-Teatro Louletano

Azenha - Festival Som Riscado

27 de novembro de 2021

A Azenha é um concerto ilustrado, feito a dois pelos talentosos Filho da Mãe e Cláudia Guerreiro.

A música é assegurada pela guitarra de Filho da Mãe e a parte visual pela artista plástica Cláudia Guerreiro.

A Azenha é uma viagem sensitiva a um sítio no Alentejo, onde viveram o escultor Jorge Vieira e a escultora Noémia Cruz, na casa onde, em tempos, D. Dinis tinha uma amante. Fala de amores cósmicos e intuitivos em sítios a que todos pertencemos, na terra ou no espaço, de dia ou de noite, das impossibilidades do amor e das estranhas condições em que ele decide acontecer. No fim, as nossas casas são onde amamos.

O Rui e a Cláudia, amigos há 20 anos, casados há 10, juntaram-se para falar desse amor, na história de outros que acaba por ser também a sua. Inspirados nas personagens de Jorge Vieira, a guitarra de Filho da mãe casa-se com as imagens de Cláudia Guerreiro.

A Cláudia pinta, cria cenários de cor e papel, usa figuras de papel em jeito de marionetas e movimenta luz num vidro, que é filmado e projectado. A guitarra do Rui é a voz da história.
Tudo em tempo real.

» Entrada gratuita para todas as pessoas com necessidades especiais, para crianças até aos 12 anos de idade e para portadores do cartão sénior da Câmara Municipal de Loulé

  • Auditório do Solar da Música Nova
  • 17h00
  • €5,00
  • M/6